Livro

Leviatã – Scott Westerfeld

Autor: Scott Westerfeld
Editora: Galera Record
Título Original: Leviathan

Pré-Primeira Guerra. O mundo divido em duas grandes correntes: os mekanistas, que utilizam grandes máquinas, e os darwinistas, homens que aprenderam a manipular o código da vida e agora criam grandes criaturas. Aleksander é o príncipe herdeiro da Áustria-Hungria, um país aliado aos mekanistas. Deryn é uma menina da Inglaterra que sonha em entrar na aeronáutica britânica. A Guerra estoura. Aleksander agora é um fugitivo e Deryn, vestida de menino, é uma oficial da aeronáutica. Mekanistas x Darwinistas. Quem vai ganhar?

O que dizer sobre Scott Westerfeld? Apenas que ele é um gênio e que eu queria, por pelo menos alguns minutinhos, estar na cabeça dele. Leviatã é um livro steampunk. Esse gênero acontece no passado, um passado misturado com um futuro possível – quem já assistiu Fullmetal Alchemist sabe mais ou menos. Não é um gênero muito comum, mas que Scott foi capaz de realizar com maestria. Apesar do começo lento, o livro pega um ritmo frenético no final  e você não consegue largar.

Além disso, olha esse trabalho gráfico! Olha essa capa! É uma das mais bem feitas que eu já vi. Tenho dó dos países onde a capa é outra. Além disso, na contra capa vem um mapa da Europa no começo do século XX mostrando quais são as alianças, Darwinistas e Mekanista que, meu Deus, quem desenhou aquilo (e todos os desenhos que vem no miolo), é um gênio do desenho! Não há o que reclamar da edição desse livro, a não ser as páginas, que são brancas.

Os personagens são cativantes. Deryn, quando tenta parecer um homem, é simplesmente fofo. Desculpa, mas é verdade. Ela analisa todos os seus companheiros e tenta copiar, o que fica hilário na visão dela, mas quando o ponto de vista passa para Aleksander, vemos que, na verdade, ela consegue parecer um cara não-civilizado da marinha. Alek, Alek. O que falar dele. Eu me apaixonei por ele, verdade. Não por ele ser príncipe, mas por ele ser, simplesmente, tudo de bom. Ele é inteligente, quer entender o que ta acontecendo e tudo mais.

Apesar de ser meio modificado, esse livro é uma verdadeira lição de história. A Primeira Guerra estoura porque o rei da Áustria-Hungria é assassinado na Sérvia, um país neutro. Vira uma bagunça e logo, BOM, Primeira Guerra! E seria muito legal se já tivéssemos toda a tecnologia que eles têm. Manipulação genética, proezas da engenharia. Seria muito bom.

O livro corta na melhor parte. Sério. Quando acabou, e acaba com uma ilustração, eu virei a página esperando encontrar o próximo capítulo e simplesmente NÃO TINHA. Eu fiquei tão indignada. Como assim? Agora estou aguardando o lançamento de Behemoth, a sequência que, pelo que parece, sai em Maio pela Galera Record! Vamos torcer e esperar!

Anúncios

Um comentário em “Leviatã – Scott Westerfeld

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s