Etc · Papo Sério

[Papo Sério #1] Primavera Brasileira?

Passamos os últimos dois anos bombardeados de notícias sobre a chamada “Primavera Árabe”, que começou na Tunísia após um jovem não encontrar emprego e atear fogo em si mesmo, e se espalhou como uma epidemia pelo seus países vizinhos. Recentemente, quem enfrenta a onda de protestos é a Turquia. Lá, a mídia não está divulgando a situação dentro do próprio país. Internacionalmente, há apoio irremediável.

São Paulo, Brasil. Passagem de transporte coletivo irá aumentar R$0,20. Parece pouco, mas pode fazer uma diferença significativa no orçamento familiar. Supondo que há 5 pessoas na família que dependem do transporte público. Em um dia, se formos contar apenas uma ida e uma volta, são R$2,00 de diferença. Em um mês, contando que utilizam do transporte 20 dias, são R$40,00. É pouco? Não. Essa foi a gota da água para que a maior cidade do Brasil se mobilizasse e começasse um protesto. Protesto, esse, que seria pacífico.

Pena que o Governo não recebeu um dicionário e, se recebeu, não está informado a definição de “pacífico” e “democracia”. A polícia chegou com intenção de reprimir, é fato. Há vários relatos na internet que dizem que os manifestantes (chamados pela mídia brasileira de “vândalos” ou “vagabundos”) pediam para que eles não usassem de violência. Chegaram a entregar flores para os PMs. Foram presos do mesmo jeito. Usaram bombas de efeito moral e balas de borracha para ferir – sim, ferir – os manifestantes.

R$0,20 foi o que faltava para o povo cansar. Cansar de ser explorado, pagar impostos abusivos, afinal, o Brasil possui uma das maiores cargas tributárias do mundo, e não ver retorno desse dinheiro. Vemos Estádios de Futebol lindos, de dar inveja, mas se vamos num hospital público, falta médico, enfermeiros e os mais simples dos remédios. Se vamos numa escola pública, faltam salas de aulas, professores, estrutura, uma biblioteca. Falta o básico para a grande parte da população.

O que era um protesto por “apenas 20 centavos” virou uma onda de revoltas por todo o Brasil. Manifestantes atearam fogo em pneus em frente ao Mané Garrincha em Brasília por causa dos gastos abusivos na construção dos estádios. Brasília nem time de futebol tem, então qual é o sentido de um estádio daquele tamanho? Uma obra que custaria R$600 milhões saiu por mais de R$1 bilhão. Compraram capas de chuvas para a polícia de Brasília para a época da Copa. Detalhe que a umidade relativa do ar nessa época do ano lá não passa dos 40% e que cada capa de chuva saiu por 300 dilmas.

As maiorias cidades brasileiras estão se mobilizando. Queremos o retorno dos nossos impostos, queremos ver esse Brasil ir pra frente. Cansamos de corrupção e cansamos de sermos vistos como o povo que aceita tudo e não reclama. A polícia e o Governo podem continuar a reprimir como se estivéssemos de volta ao período ditatorial, não tem problema. Isso serve para alimentar ainda mais os revoltosos.

Mudança. É isso que queremos. Saúde e educação de qualidade. Diminuição na violência. Transporte público acessível e de qualidade. Eu, que moro em cidade com menos de 1 milhão de habitantes, já sofro com ônibus, imagina nas grandes cidades? Eu, que não preciso utilizar do SUS por ter condições de ter um plano de saúde, vejo que não tem condições de continuar do jeito que tá, imagina quem precisa?

O país está sucateado. A economia, prevista para ter grandes saltos, está estagnada e não cresce o esperado. A qualidade de vida cai. Nosso IDH é baixo, mais baixo que Argentina, Chile. Os protestos estão ai para mudar essa situação. Será que essa será nossa Primavera Brasileira?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s